Espaço Aberto - Boletim Informativo nº 83 - Outubro de 2007 - SBACVSP


No dia 1º de agosto faleceu, aos 81 anos de idade, o Prof. Dr. Irany Novah Moraes.
O Prof. Irany formou-se pela Faculdade de Medicina da Universidade de são Paulo, tendo-se Doutorado com Tese na
Cátedra de Anatomia. Era Livre Docente de Clínica Cirúrgica da Faculdade de Medicina da USP. Era Membro Titular da nossa Sociedade tendo sido agraciado com a Medalha de Mérito Angiológico Renè Fontaine no grau de Mestre. Foi Professor Titular de Cirurgia Vascular da Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro, Professor Titular de Metodização da Pesquisa Científica da Escola de Educação Física da USP e Professor Associado de Cirurgia
Vascular da Faculdade de Medicina da USP.
Era profundamente comprometido com o ensino médico, fato que o levou a
publicar inúmeros trabalhos e livros tanto formativos quanto informativos. Era um escritor incansável e nos últimos anos, conseguiu publicar obras das mais ecléticas dentro da Medicina, sempre abordando temas de interesse atual. Em 1993 recebeu o Premio Jabuti pela melhor publicação médica.
Traços de sua marcante personalidade eram a organização, clareza e objetividade, aspectos que o levaram a ser
um expoente no ensino da metodização da pesquisa científica. Sua atividade no que tange ao ensino da Cirurgia Vascular ficou especialmente marcada quando Professor Titular da Faculdade de Medicina de Santo Amaro.
O Prof. Irany foi o responsável por programa pioneiro de transplante de rim no Hospital da Beneficência Portuguesa. Este Serviço de Transplantes acabou dando origem ao atual Serviço de Angiologia e Cirurgia Vascular que preserva muitos dos preceitos por ele transmitidos no que tange ao ensino da especialidade. Foi uma grande
alegria o fato de ele ter podido participar da comemoração dos 30 anos desse Serviço.
Transmitiu a todos os seus alunos,além de conhecimento, o senso de responsabilidade, o respeito ao doente e à
doença, o apego à cultura médica e o amor à Medicina.
Tinha muito orgulho de suas duas filhas, Marisa, médica, e Silvana, advogada. Acompanhou muito de perto a formação de seus netos, um dos quais enveredou pelo mesmo caminho: cirurgia vascular. A cada vez que eu o encontrava, não poupava palavras para manifestar o orgulho e a alegria que sentia por eles todos.
Pessoalmente devo a ele os fundamentos de minha formação vascular e o constante apoio aos meus esforços de
aprimoramento. Sou-lhe muito grato e rogo a Deus que lhe dê um lugar muito especial a Seu lado.
Dr. Bonno van Bellen
Conselho Consultivo da SBACV-SP